Me tratam como menina e isso me machuca

Com medo das palavras erradas, e das pessoas de duas faces, eu me criei Uryel, um menino sonhador que queria o mundo nas mãos, mais sempre com medo das mãos alheias, descriminado, sofrendo preconceito dentro de casa, mais nunca abaixei a cabeça pra deixar de ser quem eu era por medo de perder tudo, e todos, sofri?? Me diz quem hj não sofre?? E logo nos dias de hj!! Que pra mim nos meus 24 anos nunca avia visto dias tão sombrios como esses

Mais vamos lá, eu tinha 11 anos quando me assumir, minha mãe sempre dizia que era uma fase que logo passaria, e isso não passou, fui vendo no decorrer dos anos que eu era diferente das outras meninas, nunca gostei de coisinhas frufrus, ela em si, minha mãe, comprava roupas unissex mais não sabia ela que dentro de mim, avia um homem gritando socorro na minha cabeça, essa pessoa era eu, aprisionado dentro de mim mesmo sem ninguém vê, sentir, ou ouvir, mais eu não desistir de trazer e mostrar quem eu realmente era, aos 15 eu cortei o cabelo, chutei o balde e disse esse agora sou eu… A pessoa que eu quero ser e sou… Minha mãe me colocou pra fora de casa, passei tempos na rua, outros de favor na casa de conhecido, vi a morte inúmeras vezes, mais continuei, até hj, lutando pelo respeito, e isso eu ganhei da minha família depois de muitos anos, e ainda sim me tratam como menina e isso me machuca, mais eu não dependo deles vivo fazendo coisas que não me ajudam pra não viver essa humilhação de ser chamado dq eu não sou pra agradar a memória, tenho amigos ótimos que me fazem sorrir, mesmo quando eu quero chorar, já sofri abuso sexual de caras nojentos, já apanhei na rua, mais nada disso mudou a minha essência e nem oq eu sou, hj tenho uma namorada que eh meu porto seguro, quem realmente me faz vê tudo que eu sou capaz de fazer e até onde eu posso ir sem precisar mudar, eu tenho tbm uma Pérola que mesmo distante me guia a caminho seguros, conheci um anjo chamado Chrisley que me mostrou que desistir não eh a chave, uma Stella que com um grito me fez vê que abaixar a cabeça não nos leva a nada, e uma Quésia que mostrou que somos oq queremos ser, e uma casAmor que por si diz tudo, Amor a razão de nós manter vivos…

NÓS JUNTOS SOMOS MAIS FORTES

Quero Contar!